• , ,

    A economia deve servir à democracia e não o contrário

    Livrando-se da autoridade: Em face de dificuldades econômicas, é comum observarmos matérias nos mais variados jornais do mundo do tipo “Economistas dizem que a única saída para o país é (…)”; essas manchetes utilizam a autoridade concedida pela sociedade aos economistas para vender projetos políticos travestidos de ciência. Isso só ocorre devido a nossa apatia […]

  • ,

    “Mas ele era conservador como Trump…”

    Vi em uma página no facebook a foto de uma manifestação nos EUA. Mais uma contra o racismo, a intolerância e o ódio que se levantam por lá. Na imagem, um cartaz nas mãos de uma pessoa trazia a ilustração de Martin Luther King tapando a boca de Donald Trump. Fui direto na lata de […]

  • ,

    Nazismo de esquerda ou de direita: a mais recente discussão inútil criada pela polarização

    A manifestação de neonazistas e supremacistas brancos em Charlottesville, Virgínia, EUA, que aconteceu no último sábado, acirrou uma discussão que já vinha acontecendo pelos cantos da internet brasileira. Grupos e indivíduos de direita resolveram contradizer o consentimento histórico e aumentar a voz em suas afirmações de que o nazismo não seria uma ideologia de extrema-direita, […]

  • ,

    Ser contra os Direitos Humanos é ser a favor do bandido

    Primeiramente, vamos entender um pouco sobre a origem histórica dos Direitos Humanos: “Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e dos seus direitos iguais e inalienáveis é o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo” (…)  A Assembleia Geral proclama: Artigo 1º Todas as pessoas […]

  • , , ,

    Rafael Braga, a Verdade em Marcha!

    Antes, uma charada. O que os casos “Alfred Dreyfus“ e “Angela Davis e os Irmãos Soledad“ tem em comum com o de Rafael Braga? Vamos ao primeiro caso, fazendo uma análise resumida, Alfred Dreyfus foi capitão do exército francês em 1894, teve sua vida retratada por Émile Zola (1840-1902), engenheiro e escritor também francês, quando se encontrava em uma […]

  • ,

    O voto é um consenso não democráticos? Jacques Rancière responde

    Jacques Rancière é um filósofo francês, professor da European Graduate School de Saas-Fee e professor emérito da Universidade Paris. Seu trabalho se concentra sobretudo nas áreas de estética e política.  Em seu livro “Ainda se pode falar de democracia?” Rancière nos dá uma noção dos motivos pelos quais nos sentimos enganados por um símbolo da […]

  • , ,

    Bolsonaro e Black Mirror – Momento Waldo

    Escrevi um artigo na minha página há umas semanas falando de Bolsonaro como um “coringa” para os inconformados, como um símbolo da busca pelo “antipolítico” ou “não-político” por uma população com cada vez mais aversão aos políticos. Escrevi o seguinte no texto anterior: “Tenho a impressão, pelo que eu escuto em sala de aula e […]

  • ,

    É possível governar o Brasil?

    Em 1988, o Brasil ainda voltava a se acostumar com a democracia e criava uma nova constituição quando um cientista político chamado Sérgio Abranches fez uma previsão preocupante. Segundo ele, com o sistema político estabelecido, os presidentes do país teriam muitas dificuldades para implantar sua agenda e seriam vítimas de crises de governabilidade. Isso porque […]